26 de out de 2009

Buracos e lagoas


É impressionante a buraqueira das ruas de Porto Alegre e também nas estradas gaúchas. Na Capital é comum ter que desviar de buracos ou de tampos de redes de esgoto, que até parecem crateras lunares, mas como a mudança não pode parar (ahahaha) paciência.

No interior, as estradas, além da falta de de sinalização nas pistas (mas com muitos pardais), e da quantidade enorme de buracos, também apresenta verdadeiras lagoas nos dias de chuva: são pistas desniveladas e com o asfalto afundado. Motoristas de carros de passeio sofrem ao dirigir, pois em determinados momentos têm seus carros cobertos por cachoeiras de água, jogadas por caminhões ou ônibus, quando esses passam essas lagoas rodoviárias. Não vamos nem falar da qualidade do asfalto, nem da qualidade dos serviços das estradas pedagiadas. Uma vergonha

Um comentário:

  1. Tempos atrás, arrebentei um pneu num buraco da avenida mauá. Tomei uma decisão simples - não voto no fogaça nem prá vereador!

    ResponderExcluir