1 de out de 2009

Net-fraude, o skavuska da enganação

Após 40 minutos de "negociação" com uma atendente da NET com o objetivo de alterar meu plano de TV por assinatura e na condição de cliente "antigo" (ahahahaa) fui informado ao final de todo o processo, que ao trocar o plano atual de produtos casados (que não utilizo), por outro individual, teria que voltar optar compulsoriamente a idade da pedra, substituindo os aparelhos semi-digitais atuais pela velharia analógica da década de 90. Além disso, o valor individual de cada serviço não é informado. O site da NET esconde o link da ouvidoria e quando tentei enviar a mensagem de reclamação o sistema simplesmente fazia desaparecer o botão enviar e já na quinta tentativa o botão "enviar" não tinha função alguma. Após sete tentativas, preenchendo 17 campos obrigatórios tive a sensação de estar sendo roubado virtualmente. Há ! muitas vezes o sistema enviava a mensagem com o campo vazio de forma aleatória ainda na metade do preenchimento da reclamação e com o Estado da federação errado (Padrão São Paulo). A atendente simplesmente sumiu da linha quando pedi o número do telefone da ouvidoria e antes de desaparecer disse que não sabia o telefone pois ninguém pedia o número da ouvidoria e o som de sua voz desapareceu instantes depois. Portanto amigos, não façam como eu, procurem outros serviços alternativos à NET. A sensação é de estar literalmente sendo roubado.

Um comentário:

  1. Não podemos esquecer quem são os proprietários da net, são os mesmo que nos roubam informações, liberdades e tentam impor guela abaixo muitos lixos. Eu gostaria de ter somente no máximo uns 15 canais, mas não existe a opção de vc escolher canais, eles obrigam a gente consumir o que eles querem. E isso sem contar que no interior por exemplo não abrem o sinal da Record de Porto Alegre e da Record News. Sempre se dizem democráticos. Ha , ha... só se for no dicionário deles.
    Luis

    ResponderExcluir