11 de jun de 2010

O PIG tentou isolar o PT e não conseguiu

O PIG guasca, no intuito de isolar o PT diante da opinião pública, insistia em dizer que o partido estava sozinho na disputa eleitoral aqui na terrinha, e chegava estimular alianças entre outros partidos. Contei mais de uma dezena de colunas do PIG tentando forçar o "isolamento".

Ocorre que com a a adesão do PSB, do PC do B e do PR, e parte do PDT (escamoteado), a frente popular, ou como queiram chamar, será uma das maiores e terá generosos minutos de rádio e TV, garantido um bom espaço de debate com a sociedade sobre os graves problemas dos gaúchos: insegurança pública, saúde, educação, investimentos em infraetrutura e políticas públicas voltadas aos mais pobres.

3 comentários:

  1. Tem uma coisa que não podemos esquecer: na última eleição, o Olívio quase não foi para o segundo turno, ficando menos de 15.000 votos na frente do Rigoto. Foi uma diferença de centésimos nos pontos percentuais. Agora, o quadro é muito melhor, tanto do nosso lado, quando na esculhambação que está o campo da direita. Mas não podemos nos iludir. Dá para ganhar, e bem. Mas é preciso muita, muita militância.

    ResponderExcluir
  2. Pena que no Maranhão o estadual do PT foi enquadrado... Apoiar os Sarneys é vender a alma no estado mais miserável do país, salve a greve de fome do Domingos, todo apoio ao Flávio Dino e ao avanço que ele representa nesse miserável estado. Que ele ganhe, vacilamos, vicissitudes da políticas, mas foda, muito foda... Subornos e tudo mais. Como diz o Stédile, a pior perspectiva da um cidadáo brasileiro é nascer mulher no interior do Maranhão, ela tem a menor possibilidade no país de ter a mínima ascensão, já foram lá?? Se na capítal é aquilo? Os jovens não tem calçado! Ó senhor deus dos miseráveis!!!

    ResponderExcluir