4 de jun de 2010

O vice ideal para Yeda

Se o critério de Yeda para aceitar um candidato a vice-governador do Partido Progressista (PP) é ter afinidade com o seu parceiro na luta pela reeleição, então não há nome melhor para compor essa chapa do que a da "liderança" política do deputado Federal pepista José Otávio Germano. Antes do estouro do caso Detran, que desviou oficialmente mais de R$ 44 milhões (pode ter chegado a R$ 300 milhões), Zé Otávio transitava com desenvoltura por dentro do governo tucano guasca. Como os tucanos e seus aliados afirmam que tudo não passou de uma fantasia da oposição e de perseguição da Policia Federal contra o governo Yeda, então nada mais coerente que um deputado com a "agilidade política" de José Otávio seja o vice ideal de Yeda. Tenho certeza que o Estado do Rio Grande do Sul nunca mais esquecerá dessa dobradinha. Foto: Eduardo Quadros

3 comentários:

  1. Calma Kiko. Não assanha essa gente que vamos acabar sem nossas carteiras nos bolsos.
    Agora falando um pouco menos sério, por certo fariam uma bela dupla de dois.

    ResponderExcluir
  2. Nao tenho a menor duvida que Jose Otavio e um bom nome para compor o governo do estado, provado e aprovado pela Brigada Militar durante a sua gestao, sou brigadiano e eleitor e nao me arrependo do meu voto.

    ResponderExcluir
  3. Gosto do deputado Germano e nada foi provado, falar e facil, sinceramente penso o que o nosso estado so ganharia com ele, tenho 65 sou da arena e voto 1112, meu deputado vamos la, o Rio Grande precisa de ti.
    Alcides Silva, teu eleitor e teu admirador.

    ResponderExcluir