30 de set de 2010

O cartel de transportes da Região Metropolitana

Porto Alegre é uma cidade circundada por um belo rio navegável, no entanto, alguns políticos gananciosos e um cartel de transportes rodoviários da região metropolitana impede há vários anos que haja transporte público de pessoas entre Guaíba e Porto Alegre e para outros municípios da região. No Rio de Janeiro, por exemplo, além do transporte rodoviário entre Rio e Niteroi também existe os ferry boats (como o da imagem acima), que desafogam o transito e ajudam a massificar o transporte público. Espero que essa máfia seja desmantelada no próximo governo e consigamos sair da inercia, afinal temos um potencial enorme que não damos bola. 

Não adianta a Metroplan publicar edital de concorrência se existe um cartel que controla o transporte público na Região Metropolitana. Se Yeda e Fortunati realmente quisessem, imporiam o transporte via Carris num primeiro momento, e depois liberaria para concessão de outras empresas.

É uma vergonha que o governo do Estado e a administração de Porto Alegre vire de costas para o rio e para a população, não oferecendo uma alternativa de transporte para milhares de pessoas, numa grande saída para desafogar o trânsito caótico de Porto Alegre e  da Região Metropolitana.

4 comentários:

  1. Pode ser que agora, tendo-se governo, melhore.
    flavio cunha

    ResponderExcluir
  2. Vou te contar um segredo: quando eu era criança havia um sistema de barcas para fazer a travessia do Guaíba ... a ponte foi muito esperada e desejada ... entretanto, a pergunta continua, porque desativaram as barcas entre Porto Alegre e Guaíba ? os dois sistemas seriam incompatíveis ? sei não.

    ResponderExcluir
  3. Companheirada, no transporte de ônibus o cara pega o ônibus na parada na quadra onde mora e vai até seu trabalho. No transporte fluvial é da beira de rio de um lado até a beira de rio do ouro lado. Provavelmente vai ter pegar um ônibus para chegar a beira do rio e outro da beira do rio até em casa. Então além do cara pagar a passagem do barco ainda vai ter que pagar 2 ônibus.

    ResponderExcluir