24 de nov de 2010

Os olhos da cara

Muitos gaúchos e gaúchas são vegetarianos por opção, no entanto, a parte carnívora sofre nas mãos das grandes redes de supermercado, que "cravam a faca" em seus clientes na hora de oferecer carnes de qualidade com preços acessíveis. Em outros estados (Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso) a carne é infinitamente mais barata do que aqui na terra guapa. Os produtos do dia-a-dia também são bem mais baratos em outros estados , clique aqui e compare os preços com a rede de supermercado Mundial, do estado do Rio de Janeiro.

Frutas, verduras, laticínios, pães, embutidos, tudo é muito mais caro por aqui nessas grandes redes, até o feijão e o arroz têm preços superiores, e não consigo entender como um estado produtor de carne, de arroz,de frango e de derivados do leite, pratica preços absurdamente mais caros que em outros Estados.

E não me venham dizer que é só imposto a diferença, pois supermercados da periferia praticam preços inferiores para o mesmo produto, e no caso da carne, a diferença de preço e de qualidade pró consumidor chegar ser de 30% inferior.

5 comentários:

  1. kiko, eles vendem a sua "grife". Uma grande rede, elitizou o seu público alvo. Só classe A. Esqueceram que as classes B, C, e hoje a nova D, foram as que deram asas para eles chegarem onde estão.
    Maria Ivony

    ResponderExcluir
  2. Cara, a solução é comer menos carne. Vai lã no super com 15 reais e compra o que dá, se não der 3 quilos de costela, compra dois. É o que nós consumidores podemos fazer. A carne da galinha e do porco estão super baratas e dependendo da cozinheira, dá para fazer coisas maravilhosas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Kiko,
    esse assunto é da maior relevância. Assunto de aula de economia. Outro dia estávamos debatendo o poder de mercado, tendo como exemplo justamente a atuação dessas redes em Porto Alegre. O preço premium deve-se elevado grau de concentração do setor, dificuldades de deslocamento e expressivas barreiras à entrada, como falta de terrenos para obras de empresas desse porte no centro e bairros nobres da cidade.
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Um dos motivos dos preços serem mais altos em Porto Alegre (e no RS) é porque a maioria dos consumidores não sabe pechinchar ou reclamar. Aceitam pacificamente o preço que lhes é cobrado. Só reclamam em casa, depois que pagaram... Se o preço está alto, reaja! Não compre! O consumidor só tem a ganhar se "entrar em guerra" com os comerciantes. Ou vcs acham que eles vão deixar de vender, mesmo por um preço menor? Eles só não baixam os preços porque tem consumidores "acomodados" que não tem coragem de reclamar ou não querem "passar vergonha" e aceitam pagar qualquer preço.

    ResponderExcluir
  5. Realmente, aqui em POA muitas coisas são muito mais caras que em BH, que conheço porque sou de lá. A carne é muito cara. A cerveja, que é produzida aqui, é mais cara que a produzida em outro estado (e portanto paga mais imposto para chegar aqui) Basta fazer o seguinte: rotular o produto com "tradição gaúcha" ou "orgulho do rio grande" e isso justificar encher o bolso dos empresários de grana. HAHAHAHAHAHA Orgulho gaúcho... que trem doido!

    ResponderExcluir