18 de nov de 2008

171º da BM. E no comando?



A Brigada Militar completa hoje 171 anos de existência. O número 171 simboliza não só o aniversário da instituição, mas também cai como uma luva para retratar o jeito "esperto" do seu comandante. Ele faz vistas grossas ao estado de penúria e de abandono dos seus mais de 22 mil servidores, mas utiliza os parcos recursos da BM para reprimir movimentos sociais, bater em professores e agricultores ao invés de combater a real criminalidade.

Até hoje, não foi anunciada nenhuma "estratégia" , plano, projeto ou meta do comando da BM para, pelo menos, conter ou aumento da criminalidade, que campeia solta em nosso Estado.

A custa de um "desumano torniquete fiscal" imposto pelo governo Yeda, a infra-estrutura da segurança pública foi sucateada ( rádios, coletes, comunicações e armas). Hoje é comum ligar para o 190 (emergência) e ninguem atender. Pensar a segurança pública não representa apenas a compra de algumas viaturas, mas sim, devolver a dignidade aos seus servidores, com salários dignos, que muitas vezes são assassinados ou baleados em "bicos" nos mercadinhos de esquina ou como seguranças de lojas, para posteriormente serem abandonados pelos seus comandos.

Parabéns aos servidores a BM, pela sua resistência.

Foto: eduardo Seidl

Nenhum comentário:

Postar um comentário