22 de set de 2009

PSDB e DEM apoiam golpe em Honduras

Ao apoiar com restrição o retorno de Manuel Zelaya ao governo Hondurenho, os senadores do DEM e do PSDB mostraram que a Democracia , dependendo da conveniência, não vale nada. O que se vê nas ruas de honduras é uma guerra civil onde o povo tentar fazer voltar o seu presidente legitimamente eleito e um golpista, que se não é apoiado pelos americanos tem a sua complascência. Os senadores do DEM e do PSDB preferem a "saída" diplomática (deixa que se f......) e não o protagonismo de um país continental com força suficiente para impor que meia duzia de golpistinhas sejam retirados de onde nunca deveriam estar. Se fosse senador pediria a cassação desses vermes por atentar contrar a Democracia e a Constituição e por falta de decoro parlamentar.
O chefe do Departamento de América Central e Caribe no Ministério das Relações Exteriores, embaixador Gonçalo Mourão, afirmou que o pedido de abrigo feito pelo presidente Zelaya, à embaixada brasileira demonstra o "prestígio" internacional que o País vêm alcançando nos últimos anos. "Se você vê duas pessoas andando pela rua: uma uma maltrapilha e outra bem vestida, você vai pedir um 'trocado' naturalmente para a pessoa que esta bem vestida. É isso o que está acontecendo: o Brasil está cada vez mais bem vestido", disse.

2 comentários:

  1. Todo esquerdista radical é um potencial ditador. E todo potencial ditador acredita que a sua visão é a única realidade possível e portanto tem de ser a realidade de todo o seu "povo". Por isso ele sabe que as leis e a constituição são detalhes facilmente extirpáveis, pois como não foi ele que as fez e as vezes elas dizem que ele não pode fazer algumas coisas, então ele deduz que devem ser coisas das elites. Ele despreza as leis pois afinal, ele acredita saber o "real" desejo de todos as pessoas do povo como um deus onipotente e por isso ninguém jamais pode pensar diferente. Pensar diferente é coisa das elites. Para o seu Lula e colegas do clube dos proto-ditadores da OEA, O Judiciário e o Congresso de outro país não são adequados para interpretar a constituição deles, porque eles podem querer pensar diferente das idéias do projeto de civilização bolivariana. Imagine que o Congresso hondurenho teve a audácia de condenar e destituir o mais novo membro do clube dos proto-ditadores da América Latrina só porque ele tentou desobedecer algumas leis e artigos da constituição. O Seu Lula está ainda mais indignado agora porque parece que surgiu alguma lei por aí que impede que os convidados promovam guerra civil a partir da embaixada Brasileira. Essas leis só atrapalham, não é Lula? Mas o povo um dia vai ser soberano, que nem na Coréia do Norte, né?

    ResponderExcluir
  2. Interessante a enquete.Deveria ter um ítem assim.Não confio na mídia.Aí eu responderia.A Coréia não tem a sorte que nós temos de não sermos vizinhos da Coréia do Sul.Oprimida e já invadida pelos EUA,se vê na necessidadde de se impor militarmente.Olhe Cuba,são mais de 50 anos de embargo econômico,de um país que se diz democrata e apoiava o assasino Fulgencio Batista,velho diatador de Cuba antes do heróico Castro.Que incoerência estar sempre ao lado de todas ditaduras de direita do mundo.A lista é grande.ter soltado duas bombas atômicas,e complemantado a maldade com genocídioi de 3.000.000 de vietnamitas e ter mentido para a ONU,quando do Iraque,e ainda proporcionou um enforcamento pela televisão.Que nação civilizada.O mundfo está mudando,não há saída.Voce mente para as pessoas a vida toda mas elas a vida toda não irão acreditar.Honduras é mais um exemplo que dá saudades nos assasinos de 64 no Brasil,apoiados pela Rede Globo

    ResponderExcluir